Banda Clube BigBeatles no YouTube
Banda Clube Big Beatles no Facebook
Penny Lane
Veja esse vídeo no YouTube.
Você vai encontrar um elegante senhor inglês mostrando um pouco do difícil solo da música Penny Lane.
E mostrando com enorme facilidade, competência e intimidade.
O nome do músico é David Mason.
Ele foi o responsável pela gravação original do solo de trompete de Penny Lane.
O instrumento utilizado no lendário solo é um trompete piccolo.
E quem vai até Liverpool tem que passar na rua Penny Lane.
E, consequentemente, acaba lembrando da música dos Beatles que é um "retrato" do local.

Abaixo a tradução da letra de Penny Lane.
Tomei a liberdade de fazer comentários em amarelo.

Penny Lane(literalmente quer dizer Alameda dos Centavos)

Em Penny Lane há um barbeiro mostrando fotos(o salão de barbeiro ainda existe)

De cada cabeça que ele teve o prazer de conhecer
E todas as pessoas que vão ou vem dizem oi
Na esquina há um banqueiro com um carro
As crianças riem dele por suas costas
E o banqueiro nunca usa um "mac" na chuva
(“mac” é uma capa de chuva)
Muito estranho

Penny Lane está em meus ouvidos e nos meus olhos(a rua dá nome a todo o bairro)
Lá em baixo do céu azul do subúrbio, e sento e enquanto isso
Em Penny Lane há um bombeiro com uma ampulheta
E no bolso há uma foto da rainha
(aqui, em inglês, existe um trocadinho malicioso)
Ele gosta de manter seu motor limpo, é uma máquina limpa



Penny Lane está em meus ouvidos e nos meus olhos(Lennon morava no bairro Penny Lane)

Cheia de peixes e tortas no verão enquanto isso
Atrás do abrigo no meio de uma rótula
(rotatória)

(*) A bonita enfermeira vendendo papoula em uma bandeja(uma referência a Segunda Guerra)

E embora ela sinta como se estivesse em uma peça
Ela está mesmo


Penny Lane o barbeiro faz a barba de outro cliente(Bioletti era o nome do barbeiro)
Nós vemos o banqueiro sentado esperando por um corte
E então o bombeiro corre para dentro vindo da chuva
Muito estranho


Penny Lane está em meus ouvidos e nos meus olhos
Lá embaixo do céu azul do subúrbio, e sento e enquanto isso Penny Lane.


(*) Lennon e McCartney nasceram em plena Segunda Grande Guerra Mundial.
Na época, para arrecadar dinheiro e homenagear os mortos, as viúvas dos combatentes vendiam papoulas de papel vermelho.





Voltar